Revolução dos baldinhos


Florianópolis - Brasil

Tendemos a pensar nos alimentos como produtos provenientes da agricultura, mas geralmente esquecemos que nós fazemos parte de um processo circular. Pensamos em nós mais como consumidores do que como parte de um ciclo, especialmente num contexto urbano de desconexão com a terra. Essa desconexão, aliada à produção excessiva de lixo e à falta de conhecimento sobre sua destinação, gera graves problemas, sobretudo em periferías e comunidades que sofrem com uma coleta de lixo não tão frequente. Devolver a consciência do ciclo orgânico e promover o conhecimento sobre a destinação dos resíduos em uma comunidade é revolucionário. A Revolução Dos Baldinhos poderia ter outro nome. Como haver revolução maior que a reconexão com o ciclo de produção e reprodução da vida? Este é um projeto que nos encanta pela sua essência: a questão ambiental e social trabalhando juntas! O projeto acontece em comunidades do Bairro Monte Cristo, na periferia de Florianópolis, sendo puxado pelos próprios moradores com o apoio e o knowhow do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo (Cepagro - Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo). Criado em 2008, o projeto começou com a busca de uma solução para o lixo nas comunidades, que já sofriam a proliferação de ratos e insetos, devido à longa exposição dos restos de comida nas ruas e deixava a população vulnerável à doenças. Foi então que lideranças das comunidades se reuniram com o Cepagro para pensar numa solução para a gestão de resíduos orgânicos através da compostagem. Mas o projeto não trabalha apenas a questão ambiental: a compostagem faz parte de um processo educacional que é base da sua estratégia de multiplicação, para que as crianças aprendam a importância e o processo e estimulem suas famílias. Além disso, o adubo produzido é doado para as famílias participantes ou comercializado para a manutenção do projeto e garantindo a remuneração dos moradores que puxam o projeto e o fortalecimento das ações de agricultura urbana. O projeto já é referência em gestão de resíduos de maneira descentralizada, com participação social e na promoção da agricultura urbana. Fizemos um registro do projeto e compartilharemos mais pra frente! Aguardem!