Club de Reparadores - Buenos Aires/Argentina

A lógica de produção vigente nos faz entrar num ciclo de consumo que não se fecha. Compramos a coisa, a coisa estraga, jogamos fora e compramos uma nova. Mas a coisa velha, pra onde vai? E quantas coisas velhas são descartadas por conta das inovações tecnológicas de cada ano? Em Buenos Aires, com a ideia de reconectar as pessoas ao ciclo de vida de um produto e repensar o consumo, o Club de reparadores promove eventos itinerantes pela cidade onde concertam de tudo: desde eletrônicos até livros, roupas, instrumentos musicais, etc. O grupo também faz um levantamento dos reparadores pelos bairros onde passam e utilizam novas tecnologias como a impressão 3D para repor peças que tiveram a produção descontinuada. Segundo as fundadoras, agora estão investindo na réplica do clube em mais cidades e logo mais estrearão o site com as informações de como atuam. A ideia é formar uma rede de intercâmbio crescente e promover a crítica ao consumo desenfreado e à reconexão com o ciclo de vida dos produtos. fizemos entrevista com o pessoal do Clube. Enquanto a entrevista não sai, compartilhamos algumas fotos!7