Las Vulvas - Casa Cultural Feminista

É fácil perceber quando se entra em um espaço de sonho. Não do sonho como um anseio, mas a projeção física do que se quer para o mundo. É impossível não sentir a energia dos lugares que foram sonhados assim e que por isso, carregam um pouco do lúdico, como se estivessem um passo mais próximos de uma utopia. A Casa Cultural Las Vulvas é um destes. No coração de Pelotas, apenas algumas quadras do Mercado Público, um prédio histórico abre suas portas e oferece à comunidade um espaço confortável e diferenciado. A casa é linda e tem móveis, decoração e jardinagem feita pelas próprias gestoras do projeto: Ana Claudia Godois e Cássia Camila Cavalheiro. O centro cultural é independente e sem fins lucrativos. Buscando estimular a reflexão sobre as relações de gênero e fortalecer o protagonismo feminino, acontecem ali várias atividades, que vão desde rodas de conversa e oficinas até shows e exposições. Mas não é porque é um centro cultural feminista que homem não é bem vindo: pode ir, companheiro! O espaço é para você também. Mas respeite as minas e seus lugares de fala. Por que este espaço é tão especial? A Casa Cultural se destaca na cidade, porque diferente de outros museus e casas de cultura da cidade, se propõe dialogar com as questões sociais locais, abrindo espaço para a produção artística periférica e disponibilizando seu espaço para discussões necessárias que não se limitam às mulheres, abordando também temas como racismo e discriminação. Saímos de Pelotas com a certeza que caímos no lugar certo e de que quando se investe naquilo que se acredita, se chega mais perto de um outro mundo possível. Através da escuta, da troca e da empatia, a Casa Cultural mostra que é possivel, com muita força e dedicação, construir outros modos de se relacionar com a cidade, com as pessoas e com os ideais.